Atendimento via WhatsApp

Seg à Sex das 8h às 18h

Atendimento via Telefone
(31) 3991-4669
Seg à Sex das 8h às 18h

Atendimento via Telefone
(31) 3043-5078
Seg à Sex das 8h às 18h

Atendimento via WhatsApp

Seg à Sex das 8h às 18h

Atendimento via Telefone
(31) 3991-4669
Seg à Sex das 8h às 18h

Atendimento via Telefone
(31) 3043-5078
Seg à Sex das 8h às 18h

Você está aqui: Página Inicial / Radiofrequência Facial

RADIOFREQUÊNCIA FACIAL

Rugas e flacidez no rosto. Isso pode ser motivo de pânico para algumas pessoas. Com o passar dos anos a pele, sobretudo da face e do colo, vai perdendo elasticidade e, com isso, a flacidez parece ser inevitável.

Além da perda de elasticidade na face, o aparecimento de rugas e até de celulites faciais podem ser um grande incômodo para pacientes com peles mais maduras. Se esses são os motivos que tiram o seu sono, está na hora de fazer radiofrequência facial.

Esse procedimento foi usado pela primeira vez na França no século XIX, mas é na atualidade que se destaca como um tratamento estético seguro e eficaz para firmar a pele e melhorar a aparência do rosto.

INDICAÇÃO DA RADIOFREQUENCIA:

A radiofrequência é a minha indicação para pacientes que desejam melhorar o aspecto do rosto, pois quando comparado com os tratamentos convencionais, como carboxiterapia (injeção de gás CO2) ou cirurgia plástica de lifting facial, a radiofrequência se sobressai por conta das vantagens que proporciona.

Mas, sobre os diferenciais da radiofrequência facial eu falo daqui a pouco. Primeiro é preciso entender como esse método funciona na pele.

COMO FUNCIONA A RADIOFREQUENCIA?

A radiofrequência é realizada por meio de um aparelho que emite ondas eletromagnéticas que vão gerar calor. A temperatura, que varia entre 38 a 40° celsius é medida por meio de um termômetro de infravermelho.

Devido ao aumento da temperatura, o tratamento de radiofrequência promove uma série de benefícios como a melhora do tônus da pele tornando-a mais viçosa e esticada.

Em temos ainda mais técnicos, assim que as ondas eletromagnéticas atravessam a pele, acontece uma agitação das moléculas de água. Essa vibração iônica vence a resistência da pele e, provoca, assim, um processo inflamatório interno.

Com isso, duas reações ocorrem:

Os colágenos que já existem se encurtam, por isso temos o efeito tensor

Novos colágenos são produzidos.