Você está aqui: Página Inicial / Intradermoterapia Corporal

INTRADERMOTERAPIA CORPORAL

 
Intradermoterapia é um tratamento indicado para flacidez, celulite e a gordura localizada.
O conceito de Intradermoterapia consiste na infiltração de medicamentos na derme ou no tecido subcutâneo (camada profunda da pele), por intermédio de uma agulha muito fina e delicada. O principal objetivo do método, que teve origem na França, é proporcionar uma alta concentração de fármacos de eficiência comprovada, diretamente nas zonas em que se deseja tratar.
 
AS VANTAGENS DA INTRADERMOTERAPIA SÃO:
 
Maior concentração das substâncias ativas nas áreas que necessitam de tratamento, potencializando a absorção pelos tecidos e, com isso, resultados mais rápidos e mais potentes;
Menor carga de substâncias ingeridas por via oral, evitando-se, assim, determinados efeitos colaterais;
Estímulo intenso da produção de colágeno, devolvendo à pele a sua principal proteína, responsável por mantê-la firme e saudável.
Os medicamentos utilizados na Intradermoterapia são substâncias lipolíticas, responsáveis por quebrar os nódulos gordurosos e celulíticos diretamente na região subcutânea.
 
OS PRINCIPAIS QUADROS EM QUE A INTRADERMOTERAPIA É UTILIZADA SÃO:
 
Tratamento da celulite:  a celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que elas fiquem inchadas e endurecidas, deixando a região afetada com desníveis, ondulações, retrações e nódulos, deixando a pele, externamente, com aqueles furinhos indesejáveis. Com a intradermoterapia, os medicamentos injetados na região irão agir diretamente nessas células inflamadas, melhorando significativamente o seu aspecto.
 
Tratamento da flacidez:  a flacidez cutânea acontece associada ao processo de envelhecimento e devido a outras situações que possam levar à perda de colágeno pela pele, que perde a sua firmeza. Processos rápidos de emagrecimento, com perda da camada de gordura sem o ganho de tónus muscular também levam a esse quadro. Nesses casos, a combinação de medicamentos injetados nas regiões afetadas visa o estímulo da produção de colágeno e de novas fibras de sustentação pela pele.
 
Gordura localizada:  a gordura localizada se forma quando o nosso corpo entende, equivocadamente, que precisa fazer uma “reserva” de energia. Este estoque preferencialmente acumula-se em áreas do nosso corpo que servem como áreas de “depósito”, como os culotes, o abdome e nos flancos - ou seja, todas as calorias que não gastamos, são convertidas em gorduras e depositadas nessas áreas. Muitas vezes, mesmo pessoas que estão dentro do peso ideal apresentam pequenas áreas de gordura localizada. Nesses casos, a Intradermoterapia se apresenta como uma opção terapêutica, levando ativos capazes de combater diretamente as células gordurosas nessas regiões.